Resenha | Until Friday Night, de Abbi Glines


Esse é o primeiro livro de uma nova série da Abbi Glines intitulada The Field Party e tem como protagonistas West e Maggie. Nesse livro a autora usa como cenário o colegial e não é nada parecido com as séries Sea Breeze ou Rosemary Beach, que para quem não sabe também foram escritas pela autora.



West Ashby é um garoto popular, arrogante, mulherengo, uma das estrelas do time de futebol da escola. Mas por trás de tudo isso ele esconde o desespero de ter que assistir seu pai cada vez mais próximo da morte, devido um câncer terminal. Então, West decide se tornar o melhor jogador que poderia ser, pelo menos enquanto seu pai ainda pode ver.
“Ver meu pai vomitar sangue enquanto minha mãe enxugava a testa com puro medo em seus olhos, tinha sido difícil demais. Eu deveria ter ficado em casa, mas eu não conseguia me convencer a isso.”
Aos 15 anos Maggie Carleton teve a horrível experiência de assistir seu pai assassinando sua mãe e depois de contar a polícia, ela não voltou a falar novamente. Dois anos depois, ela muda-se para a casa dos seus tios no Alabama para tentar recomeçar em um lugar onde ninguém além de sua família soubesse o que aconteceu. Um de seus maiores medos era ter de relembrar os acontecimentos ao contar a alguém. Então, ao chegar à casa dos seus tios, Maggie permanece quieta, dentro de seu próprio mundo, deixando as demais pessoas achar que ela é muda.
“Ninguém entendia. Ninguém viu o que eu vi. Ninguém viveu o que eu vivi. Eu teria conversado com eles. Mas não havia ninguém para entender. Ficar calada é como eu sobrevivo.”
Na noite de uma festa Maggie ver nos olhos de West a mesma tristeza e sofrimento que via todos os dias em seus próprios olhos, então depois de West desabafar com ela sobre os seus problemas em casa, achando que ela era muda e por isso não contaria a ninguém, Maggie decide respondê-lo numa tentativa de acalmá-lo. Assim, Maggie resolve ajudá-lo a passar por esse momento difícil já que não houve ninguém que a tenha ajudado em sua própria tragédia pessoal, mas o que eles não contavam é que os dois ajudariam um ao outro.

Com personagens marcantes e uma história linda e tocante, Until Friday Night é um livro que recomendo e espero que alguma editora lance no Brasil (vamos torcer). O que mais me tocou foi o amor e dedicação de West por seu pai ao longo da história. Mas também tem alguns pontos negativos como o fato de que alguns acontecimentos foram rápidos demais, o que me irritou um pouco, e o romance entre Maggie e West é meio clichê. Mas nada que estrague o livro. Afinal, a autora caprichou com uma narrativa em primeira pessoa, capítulos intercalados entre Maggie e West e em todo início de capítulo tem uma frase que iremos ler nele.

“Eu vou fazer você ter orgulho de mim. Não se preocupe conosco. Vamos sentir sua falta todos os dias. Sua memória estará sempre conosco. Eu vou ser o homem que você me criou para ser.”
Nota: 

Ficha Técnica
Título: Until Friday Night
Autor(a): Abbi Glines
Editora: Simon Pulse
Ano de lançamento: 2015
Páginas: 352

Sinopse: Para todos que o conhecem, West Ashby sempre foi àquele cara: arrogante, popular, muito gato para poder tocar e deus do futebol que liderou Lawton High nos campeonatos estaduais. Mas enquanto West talvez seja o Grande Homem no Campo, do lado de fora e por dentro ele está lutando contra a dor em ver seu pai morrer lentamente de câncer. Dois anos atrás, a vida de Maggie Carleton se desfez quando seu pai assassinou sua mãe. Depois que ela contou à polícia o que aconteceu, ela parou de falar e não o fez desde então. Mesmo a mudança para Lawton, Alabama, não trouxe Maggie de volta. Assim ela permaneceu em silêncio, mantendo sua dor e seu coração quebrado escondidos. Quando a dor de West se tornou demais para suportar, ele soube que precisava falar com alguém sobre seu pai - então em uma penumbra de uma festa pós-jogo, ele se abre para uma menina que ele sabe que não vai contar pra alguém. West esperava que falar sobre seu pai fosse trazer algum alívio, ou, pelo menos, uma enxurrada de emoções que ele não podia controlar. Mas ele nunca esperava que a nova garota silenciosa respondesse, revelando uma dor ainda mais profunda do que a sua própria - ou eles formarem uma conexão tão forte que ele não poderia deixá-la ir...

15 comentários :

  1. Olá
    Eu sempre falo o quanto essa autora e amada e aclamada não só no Brasil mas também no mundo todo. Eu acho a série Rosemary Beach bem interessante, mas ainda não li nenhum dos livros já publicados aqui. Sobre essa nova série achei também interessante, mas acho que não a encararia. Adorei a capa! Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. Realmente a trama parece beeem clichê, mas que bom que o desenvolvimento, situações e narrativa fazem isso não importar. Na real não me importo com clichês, mas claro que sempre espero aquele diferencial. E que bom saber que esse livro possui. Espero mesmo que alguma editora lance logo!
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Eu meio que desistir dos livros da Abbi. As histórias para mim começara a ficar repetitivas. Tenho curiosidade para ler esse, mas não estou animadíssima para isso. o enredo é interessante, mas sinto que na outra série dela tem um coisinha quase parecida. rsrsrs

    Quem bom que você curtiu. Espero ler e ter uma experiência diferente dessa vez.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  4. Oi Marco, tudo bem?
    Não havia me interessado pelos livros lançados aqui pela autora, mas como esse tem personagens mais jovens e se passa em um colégio, creio que daria uma chance. É uma pena que os acontecimentos se desenrolem de forma rápida demais e que o romance entre os dois personagens seja clichê, mas ainda assim eu daria uma chance se for publicado no Brasil. Gosto de personagens que tenham seus conflitos internos e que conseguem se entender falando sobre eles.

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  5. Eu amo a capacidade dá Abbi de fazer histórias boas. Já li duas séries dela: Rosemary Beach e a Sea Breeze e agora fiquei curiosa com.esse que quero ler em breve. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nunca tive vontade de ler nada da autora, até agora. Mas esse livro chamou a minha atenção, talvez por ter personagens mais jovens e por eu ter esperança que não tenha o lado hot marcante que Rosemary Beach tem. Além disso, gostei dos dramas vividos pelos personagens. Só vou pesquisar quantos livros são, porque se for enorme como Rosemary Beach não animo não... Rs... De qualquer maneira, vou torcer pra esse livro ser lançado por aqui sim!

    ResponderExcluir
  7. Ainda não conhecia a autora, nem li nada dela, mas saber que a autora conseguiu te conquistar com sua escrita, me deixou curioso. O livro tem personagens bem marcantes pelo que pude perceber em sua resenha. Os dramas vividos, os momentos deixados por cada instante do enredo, me encantaram. Anotada a dica;

    ResponderExcluir
  8. Olha! Algo da autora que realmente me atrai, gosto dessa ambientação ya/na e eu simplesmente fiquei encantada pelo enredo. Vou tentar baixar no kobo e conferir. E essa capa é bem linda.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  9. Os livros da Abbi têm essa característica de serem rapidos demais mesmo, pelo menos todos quebeu li foram assim. Eu meio que estou meio saturada dela, é muito livro e todos muito parecidos, mas esse até que tem um draminha a mais, pode ser que eu goste, vamos ver se a Arqueiro publica...

    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Olá Marco,
    Não conhecia esse livro da autora, mas já tive a oportunidade de ler algumas obras dela e não foram tão agradáveis. Gostei de conhecer sua impressão e achei legal você torcer para que ele seja publicado no Brasil.
    Fiquei intrigada para saber o que acontece na trama e como os personagens reagem.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    que história linda já fiquei interessada para ler. Pela sua resenha dá para ver que a história é tocante e que passa mensagens lindas. Espero que seja lançado logo aqui no Brasil, vou ficar torcendo por isso.
    Amei a sua resenha.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  12. Oie
    parece ser uma leitura bem legal e tocante, principalmente para quem curte o gênero e a autora, quem sabe eu leia mais pra frente, bela resenha e dica

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Marco, tudo bem?
    Achei a série da autora bem interessante. Nunca li nada dela(mas já pretendia começar alguma) e essa parece bem diferente do que ela costuma escrever. Acho que posso lê-lo futuramente, quem sabe!?

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Não conhecia o trabalho da autora, mas adorei a premissa do livro. Quero futuramente conhecer melhor o trabalho da Abbi Glines.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi, tudo bem?
    Eu estou procurando um romance para ler ultimamente e acho que esse seria um bom livro para pegar no momento,m gostei da proposta e de ver que é um livro bom para acompanhar, também gostei dos personagens. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir

Designed by OddThemes | Distributed By Gooyaabi Templates