Header Ads

Crítica | O quarto de Jack


O quarto de Jack (Room) que sem dúvidas é um filme de tirar o ar e lágrimas de qualquer pessoa, é um filme baseado na obra de Emma Donoghue. O filme conta com a atuação incrível e emocionante de Brie Larson, que com o filme ganhou o Oscar de melhor atriz, e de Jacob Tremblay.
Jack é um garoto que acaba de completar cinco anos, a criança vive apenas com sua mãe, Joy e ambos moram em um pequeno cômodo, chamado de Quarto. Com o passar da idade Jack fica cada vez mais curioso para saber o que está do lado de fora, e Joy começa a tentar explicar para o garoto sobre o que tem do lado de fora e sobre o que é verdadeiro ou não, já que o garoto só tem ideia do que existe do lado de fora, pelo o que viu na televisão. E depois de várias explicações, Joy decidi planejar um plano de fuga e Jack é a parte principal para que o plano funcione, e eles consigam a tão sonhada liberdade.


O filme inicialmente mostra toda a rotina de Jack e Joy, no Quarto, sobre o que eles fazem diariamente e o que acontece com Joy durante a noite. Quando conseguem a liberdade, Jack não sabia o que estava acontecendo, e teria que acostumar com um mundo do qual ele nunca viu, enquanto Joy reveria seus pais. O início para ambos foi algo bem complicado, Jack só confiava em sua mãe e falava tão baixo que quase ninguém da casa o escutava, já Joy pensou que seria mais fácil, mas ela acabou percebendo que o mundo já não era o mesmo.

Jack conseguiu provar que não era apenas uma criança que conseguiu tirar sua mãe daquele cativeiro, mas também o responsável de reunir a sua família. No Quarto, foi Joy que cuidou de Jack, mas do lado de fora, seria seu filho que cuidaria dela e que lhe daria força para lutar e reaprender sobre esse mundo que está constantes mudanças.


Room teve um orçamento baixo, mas nem por isso, o filme deixou de passar uma grande mensagem. O filme é algo emocionante e que consegue tocar o coração de qualquer pessoa que assista ao filme. Assista ao filme, e emocione-se com a pureza e detalhes que o filme consegue transmitir.  

15 comentários:

  1. Eu fiquei chocada com a história do filme! A narrativa é doída de assistir, e pra mim é um dos filmes mais emocionantes da história. Adorei a crítica!

    http://www.jardimliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei o filme e o livro, não sei se agradou a maioria, mas conseguiu superar minhas expectativas e me surpreender.

    Art of life and books

    ResponderExcluir
  3. Infelizmente, não vi o filme e nem o livro e estou muito curiosa, pois além do enredo ser surpreendente, só vejo elogios nas muitas resenhas que li, acho que vou me emocionar muito.

    ResponderExcluir
  4. Esse filme é simplesmente maravilhosoooooooo! Já assisti duas vezes e depois da sua crítica, deu vontade assistir uma terceira.
    Adorei o que você disse sobre no cativeiro a Joy que cuidava do Jack e do lado de fora acontecia o contrário, o que é bem verdade e muito lindo de assistir (embora extremamente triste).

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  5. Oie

    Esse filme é emocionante demais. Sofri muito com a leitura do livro e depois com o filme não foi diferente, além da passar uma mensagem muito bonita.
    Os atores também foram impecáveis na atuação.
    Adorei o post!

    Fernanda Y.

    ResponderExcluir
  6. Eu só não sei pq esse menino não ganhou uma penca de prêmios, pq atuou muito bem.
    Seguindo o blog.

    www.cupidobrega.com.br
    Canal no YouTube

    ResponderExcluir
  7. Oi Marco Antônio.

    Ainda não tive oportunidade de assistir o filme e nem li o livro, mas pela sua critica do filme parece que vou gostar dele, pois tudo indica que toca o coração. Vou assistir e se gostar vou adquirir o livro também.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Já faz um bom tempo que quero assistir ao filme e só estou protelando porque ainda não li a obra da qual o filme foi adaptado e quero fazê-lo.
    A premissa é bem interessante e quero conferir se mãe e filho conseguirão se adaptar ao novo mundo e realidade que agora fazem parte.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi, Marco!
    Eu li o livro e, claro, assisti o filme logo depois. Certamente, o livro exclusivamente narrado por Jack, consegue passar melhor o sofrimento e resiliência do personagem, mas o filme foi muito bem feito também.
    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  10. Eu estou louca para assistir ao filme. Ainda não li a obra, mas sei que vou gostar muito. Me emocionei quando assisti o trailer. Achei o enredo bem dramático e já vou separar os lencinhos. Esse garotinho interpreta muito! E é muito fofo. <3
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  11. Eu ainda não assisti ao filme porque ainda não terminei o livro, aliás, é uma das minhas leituras atuais mas precisei dar um tempo pois não estava gostando muito. É capaz de eu conseguir me dar melhor com o filme mesmo, talvez assista antes de terminar a leitura :)

    ResponderExcluir
  12. Oiii!!

    Esse ator é uma gracinha! Sei da temática do filme e é bem pesado, mas não sabia do baixo orçamento, ainda não consegui assistir.
    Espero fazer em breve

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Não vi o filme ainda pelo motivo de: Não li o livro ainda! huauaua
    Ouvi ótimas criticas sobre o filme e muitas resenhas positivas do livro.
    Estou ansiosa para ler e ver ambos!

    Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Li algumas resenhas desse filme por motivos de: não tenho coragem. A história (tanto do livro como do filme) é doída e cruel, e definitivamente não tenho coragem. Mas, pelas fotos, dá pra ver que é muito bem feito.

    ResponderExcluir
  15. Eu ainda não assisti ao filme e nem li o livro. Vontade não falta, eu é que esqueço mesmo. Deve mesmo ser bem emocionante, não duvido! E esse menino é um fofo!

    Beijocas
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.