Resenha | Divergente, de Veronica Roth


Depois de receber milhões de spoilers, eu acabei lendo Divergente, o primeiro livro da trilogia. Eu já havia assisto todos os filmes lançados da saga – sendo o penúltimo lançado em março 2016, que foi Convergente – mas nunca havia lido nenhum dos livros, e resolvi que iria assistir ao último filme, apenas quando eu lesse todos os livros e tenho certeza que lerei todos ainda esse ano de 2017. O livro possui 500 páginas, e simplesmente achei tão pouco, de tão gostosa e prazerosa que foi a leitura.

Divergente vai contar a história de Beatrice Prior, uma garota tímida e humilde, que vive na cidade futurística de Chicago. A cidade está totalmente diferente, pois houve uma guerra e destruiu toda a cidade, e as pessoas tiveram que recomeçar praticamente do zero, e nesse recomeço surgiu as facções para manter a paz e o bom convivo entre todas as pessoas. Beatrice mora atualmente com seus pais na Abnegação, local que vivem pessoas altruístas e que se vestem com roupas de cores claras. Além da abnegação, existe também a Erudição, que valoriza o conhecimento e sempre estão em busca de novos conhecimentos, Audácia promove a segurança de todos, a Franqueza que é responsável pela verdade e é algo que os membros mais valorizam, quinto e última facção é a Amizade que valoriza a paz e que todos estejam em harmonia, os membros estão sempre felizes e cantando.

Na Cerimônia da Escolha, os jovens de todas as facções tem que escolher o caminho que vão trilhar e escolher a uma nova facção para ser seu lar, ou continuar na facção que nasceu. Para que eles saibam qual facção escolher, todos os jovens fazem um teste e cada ação determina qual facção deve ser escolhida. Mas com Beatrice, houve algo que ela não imaginava, o seu teste deu inconclusivo e ela não soube qual facção escolher, pois o teste que lhe ajudaria, confundiu ainda mais a sua cabeça.


Prior acabou descobrindo que é uma Divergente, inicialmente ela não sabe o significado da palavra, e a única coisa que pode ter certeza é que corre grande perigo e ninguém deve saber sobre o seu resultado. Mesmo com a confusão na sua cabeça, Beatrice tem que fazer uma escolha e decidir qual facção deve ser seu lar, além disso, ela deve procurar respostas para as suas perguntas.

Inicialmente é apresentado ao leitor, uma personagem fraca e digamos que bem “apagada”. Mas ao decorrer do livro, Prior vai mostrando que não é nada disso, mas pelo contrário, é uma garota forte, altruísta e que supera todos os obstáculos que lhe é colocado. Beatrice não quer provar para ninguém que é forte ou se destacar para chamar atenção, mas faz as coisas para provar para si mesmo do que ela capaz e descobrir quais são seus limites.

A escrita de Roth é incrível, me prendi na história e nem percebi quando acabei a leitura. Foi maravilhoso ver não apenas o crescimento dos personagens, mas o amadurecimento deles. Uma das coisas que me fez ainda mais me apaixonar pelo livro, foi que não existiu aquele clichê de triângulo amoroso e principalmente pelo foco não ser no romance, mas principalmente nos acontecimentos e superações de Beatrice. Apesar de gostar muito da Prior, eu continuo amando Christina, e percebi que ela, e muitos outros personagens são bem diferentes no filme, mas não vou fazer comparação, pois cada meio, soube conseguir seus fãs e fizeram lhe apaixonar pela a história. A capa do livro é bem chamativa, mas não sei o que ela tem haver com a história, as folhas das páginas são amarelas e as letras são grandes, o que agradeço muito para a Editora Rocco, porque pessoas com problemas de vista como eu, tem a maior dificuldade de ler livros com letras pequenas. Enfim, se você não recebeu spoilers, leia logo Divergente e se recebeu, faça como eu, e leia também, porque eu tenho certeza que muitas coisas vão lhe surpreender e encantar. 

Nota:

Ficha Técnica

Título: Divergente
Título Original: Divergent 
Editora: Rocco
Ano de Lançamento: 2012
Páginas: 504
Sinopse: Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.
 

17 comentários :

  1. Vi o filme, mas meio que tô saturado de sociedades futuristas, onde há castas, imposições de lideres cruéis, a impossibilidade de mudar de casta, ou de especie. Posso até ser que eu não entenda nada de literatura, mas não perco meu tempo lendo esse tipo de trabalho, embora seja bom.

    ResponderExcluir
  2. Amooo demais essa série!

    http://ideografa.wixsite.com/livros

    ResponderExcluir
  3. Oláá! Tudo bem?
    Eu assisti o filme primeiro e gostei tanto que fui ler o livro! Concordo com você que a escrita dela é ótima, eu fui lendo o livro tão rapidinho! Mas eu acabei não lendo a continuação, fui ver o filme.. Mas ainda não vi o 3, então há tempo de ler antes hehe
    seguindo aqui!
    beeijo

    http://lecaferouge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu amo essa série, mas em filmes porque não consegui me concentrar nas leituras. COmo eu vi os filmes primeiro eu acabei não conseguindo concluir nem o primeiro livro, mas pode ser também porque eu não curto distopias em livros! Adorei ler a tua resenha e saber suas impressões sobre o livro.

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu acabei não lendo quando lançou e quando saiu o filme enrolei pra assistir, resultado: estava lendo outra distopia tão boa que acabei não curtindo Divergente :/
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Até o momento, apenas assisti aos filmes e amo essa série! Com certeza encontrarei mais detalhes nos livros!

    Parabéns pelo post!

    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Parabéns pela resenha, ficou ótima.
    Nunca li essa série, mas já vi os filmes e apesar de ter gostado, não consegui colocar os livros ainda na minha lista de desejados.

    ResponderExcluir
  8. Oi! Tudo bem?
    Amei sua resenha, muito bem escrita! Nunca li nada dessa autora, conheço essa série, mas nunca tive curiosidade em ler. Passo a dica dessa vez. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir
  9. Oi. Esse é um livro que eu não tenho muita vontade de ler. Já peguei tanto spoilers sobre ele, que me desanimou a ler a série. Sem contar que eu não gostei muito dos filmes e isso só me desanimou mais ainda. Não sei quando vou ler, mas sei que não será muito em breve.

    ResponderExcluir
  10. Eu também vi todos os filmes,mas não li os livros ainda. Eu quero sim ler os livros, mas preciso comprar ainda. Legal saber que apesar dos spoiler e de já saber o enredo, a leitura foi boa.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. rsrsrsrs eu também recebi milhões de spoilers do primeiro livro principalmente, fez parte do grupo de leitura dos alunos, então, me senti instigada a ler, mas não funcionou comigo, juro que tentei, desisti antes da metade.

    ResponderExcluir
  12. Oi Marco.
    Se você achou 500 páginas pouco é porque o livro te prendeu mesmo!
    Em casos como o dessa trilogia, é difícil fugir dos spoilers mesmo.
    É ótimo quando vemos que os personagens amadureceram ao longo do tempo.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  13. Ainda não assisti o filme e nem li a série, mas estou com eles na minha lista de leituras :D
    Adorei sua resenha, ficou show!

    ResponderExcluir
  14. Oi Marco,

    Tenho essa trilogia completa, mas nunca li. Infelizmente na época do lançamento do terceiro, eu peguei o spoiler final e acabei não lendo. Os filmes eu gostei, menos o último e é uma pena o que aconteceu com essa adaptação. Não sei quando lerei, mas pretendo.

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir
  15. Bom eu já partir para o filme Divergente e confesso que vou correr para os filmes. rsrs
    Acredito que com certeza os livros são bem melhores, mas como queria muito conhecer logo a historias e tenho uma infinidade de livros para ler, já fui cortando o caminho.rsrr

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
  16. Oi essa é uma trilogia que eu não li e também não assisti aos filmes, acredito até que possa vir a fazê-lo um dia, mas por hora não pretendo.
    Mas gostei muito da sua resenha, está muito legal e bem escrita.

    Beijooos

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Eu li esse livro ano passado e fiquei super animada e presa na história também. Eu o considero um livro relativamente grande, então minha surpresa foi enorme quando eu consegui ler em apenas dois dias. Adorei as suas considerações, mal posso esperar para ler os outros volumes da série.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Designed by OddThemes | Distributed By Gooyaabi Templates