Resenha | Percy Jackson e O ladrão de raios, Rick Riordan



Hoje é dia de conversar sobre Percy Jackson e o Ladrão de Raios, livro responsável por fazer eu criar o blog, e também por me fazer me apaixonar por todo esse universo mitológico (e talvez responsável por ter feito eu escolher meu atual curso da universidade). Ladrão de Raios, é o primeiro livro da saga de Percy Jackson que é um total de cinco livros, a maioria das pessoas devem conhecer a série, por causa da adaptação cinematográfica que fizeram do primeiro e do segundo livro, e acho que vai parar por aí mesmo, já que não teve uma audiência que era imaginado. O problema da adaptação foi que mudaram bastante a história, e foi tirado toda a essência da trama e dos personagens que possui no livro.

Como qualquer outro garoto, Perseu – ou Percy Jackson, que é seu apelido – possui dificuldades na escola, mas essas dificuldades estão ficando cada vez pior com o passar dos anos. Atualmente com 12 anos, Percy Jackson percebe que não tem apenas déficit de atenção, mas ver coisas estranhas acontecendo também, porém ele não faz a mínima ideia de porque só ele passa por essas situações e chegou um momento em que Percy começa ver criaturas estranhas, e para piorar tudo, essas criaturas começam a lhe atacar. O único que sabe dessas situações que Perseu passa, é Groover – o seu melhor e único amigo – que sempre anda com o garoto, mas o que Percy não imagina é que Groover está ali para o defender dessas criaturas.

Depois do acontecimento que Percy Jackson passou com sua professora Sra. Dodds, o menino acaba descobrindo que é um meio-sangue – filho de humano com um Deus – e acaba sendo levado para um acampamento que é voltado para os filhos desses deuses, onde são protegidos e treinados para lutar contra esses seres. Ao chegar no local, vários segredos é revelado a Perseu, como quem é seu pai e sobre o porquê dessas criaturas lhe atacar. No acampamento meio-sangue Percy deixa de ser um garoto solitário, e encontra várias outras meninas e meninos que já passaram por situações semelhantes que ele viveu, fazendo ele sentir um garoto normal e que agora poderia viver uma vida mais tranquila.

Mas não é isso que iria acontecer, Percy, junto com Annabeth – filha de Atena – e Groover partem em uma missão que pode salvar todo o Monte Olímpio de entrar em guerra. Rick Riordan tem uma escrita muito boa, descrevendo com detalhes sobre as emoções e acontecimentos que os garotos passam.

Percy Jackson e o Ladrão de Raios é um livro cheio de aventuras, uma leitura bem agradável e também bem rápida, que deixa aquele gostinho  de quero mais, deixando o leitor bem curioso para saber o que vai acontecer nos próximos livros. Se você primeiro assistiu ao filme e não se agradou ou pelo contrário acabou gostando bastante da adaptação, saiba que a experiência de ler ao livro vai ser mil vezes melhor e tenho certeza que você não vai se decepcionar.

Nota: 

Ficha Técnica:
Título: Percy Jackson e O ladrão de raios
Título Original: Percy Jackson: The Lightning Thief
Autor (a): Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 400
Ano de Lançamento: 2008
Sinopse: Primeiro volume da saga Percy Jackson e os olimpianos, O ladrão de raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times. O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade.
O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.

3 comentários :

  1. Nunca li esse livro. Todo mundo que lê me fala que é bom, mas eu não consigo ler, não sei por que, mas talvez seja por ser grande demais e eu não também não sou muito chegada a esses tipos de livros. Mas sua resenha ficou ótima.

    Lembrei, já vi o filme dele. Gostei um pouco do filme, mas só um pouco KKK.

    Beijos!

    Boas de Papo

    ResponderExcluir
  2. Eu amo a saga Percy Jackson, ela que abriu portas a minha história de leituras. Aprendi muito de mitologia grega e romana com os livros do Riordan, ele de fato é um ótimo professor shasaush
    Como sempre, ótima resenha.
    Abraços,
    http://meulivrofantastico.blogspot.com.br/
    @MeuLivroFantastico

    ResponderExcluir
  3. Eu amo essa saga de coração <3 foi a primeira que li, logo depois veio HP. Acompanho Percy desde 2014 e ainda estou aqui envolvida com todas as histórias *-*
    Adorei a resenha!

    xoxo
    Semitributo.blogspot.com

    ResponderExcluir

Designed by OddThemes | Distributed By Gooyaabi Templates